Galo Mineiro e o maior campeão Mineiro, tem como seu maior rival o Cruzeiro Esporte Clube, e com menos rivalidade o América Mineiro,  os títulos que o Galo Mineiro conquistou são:

43 Titúlos de Campeão Mineiro

(1915, 1926, 1927, 1931, 1932, 1936, 1938, 1939, 1941, 1942, 1946, 1947, 1949, 1950, 1952, 1953, 1954, 1955, 1956, 1958, 1962, 1963, 1970, 1976, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1985, 1986, 1988, 1989, 1991, 1995, 1999, 2000, 2007, 2010, 2012, 2013, 2015).

Como foi o último Campeonato Mineiro

O Atlético Mineiro foi Campeão Mineiro depois de vencer a Caldense por 2 x 1  no Estádio Municipal Prefeito Dilzon Luiz de Melo, o Melão, em Varginha.

Os gols do galo foram de Thiago Ribeiro e Jô, e o da Caldense foi de Luis Eduardo.

Galo Campeão Mineiro Campeão Mineiro

 

O Primeiro gol do Galo saiu no segundo tempo da partida, logo aos dez minutos de jogo , Marcos Rocha cobrou lateral, Pratto desviou de cabeça e Thiago Ribeiro, também de cabeça, abriu o placar para o Galo, em seu primeiro gol com a camisa alvinegra.

O gol da Caldense, saiu aos 14 minutos apos Rafael Estevam cobrar uma falta da intermediaria e Victor do Atlético fazer a defesa parcial, e Luis Eduardo pegar o rebote empatando a partida.

Aos 29 minutos de jogo entrou o Jô, no lugar do Douglas Santos, e aos a 32 minutos, Luan cruzou pela direita e Jô fez o segundo gol do galo para selar mais um título de Campeão Mineiro.

Com a conquista, o Galo ratificou a condição de maior vencedor do Campeonato Mineiro, agora com 43 títulos.

Campeão Mineiro

Os Artilheiros da Competição foram:

Lucas Pratto : 6 gols;

Luan : 5 gols;

Carlos : 3 gols.

 

CALDENSE 1 x 2 ATLÉTICO
Motivo: 
Campeonato Mineiro – Final – Jogo de volta
Data: 
3/5/2015
Hora: 
16h
Estádio: 
Municipal Prefeito Dilzon Luiz de Melo
Cidade: Varginha (MG)
Gols: Thiago Ribeiro (55’), Luis Eduardo (59’), Jô (77’)
Público pagante: 14.175 pagantes
Renda: R$ 733.000,00
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (CBF/FMF)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (FIFA/MG) e Janette Mara Arcanjo (FIFA/MG)
Cartões amarelos: Leandro Donizete, Luan, Thiago Ribeiro (Atlético); Zambi, Paulão, Luis Eduardo, Rafael Estevam (Caldense)

Caldense
Rodrigo Viana; Marcelinho, Paulão, Plínio e Rafael Estevam; Serginho, Yuri, Tiago Azulão (Léo) e Nadson; Zambi (Ewerton Maradona) e Luis Eduardo (Cristiano).

Técnico: Leonardo Condé.

Atlético
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos (Jô); Leandro Donizete (Giovanni Augusto), Rafael Carioca, Dátolo e Luan; Carlos (Thiago Ribeiro) e Lucas Pratto.

Técnico: Levir Culpi.